Buscando estreitar laços, Diretor Executivo de RedCLARA visita redes avançadas latino-americanas

eliecer mexico

Já são cinco meses de uma rotina que envolve aeroportos, check-ins, hotéis e reuniões. Poderia ser a tour de algum cantor, mas é o dia-a-dia do Diretor Executivo de RedCLARA, o venezuelano Luis Eliécer Cadenas. Desde 1º de agosto de 2017, seu primeiro dia como responsável pela rede regional, Cadenas visitou muitos países da América Latina e suas respectivas redes nacionais com um objetivo claro: fortalecer as relações e compreender a realidade de cada uma delas de perto. "Estes foram meses intensos e positivos. Para mim, é muito importante ouvir o que cada um de nossos membros está fazendo e entender sua lógica de trabalho interno. Isso tornará mais fácil para RedCLARA contribuir para o seu desenvolvimento", diz Cadenas.

O giro do Diretor Executivo começou em agosto, com uma visita à rede avançada chilena, REUNA, e continuou com visitas a RedCEDIA (Equador), Renata (Colômbia), CUDI (México), RNP (Brasil), InnovaRed (Argentina), RAU (Uruguai) e RAAP (Peru). Junto com RAAP, por exemplo, o esforço é para a reativação da rede. Nestes cinco meses, Cadenas também visitou países que ainda não estão integrados à RedCLARA, como Nicarágua, que já assinou um acordo de incorporação, e Bolívia, que, por meio do seu capítulo da Internet Society, assinou na cidade de La Paz um Memorando de Entendimento para o desenvolvimento da rede avançada nacional e sua posterior integração na rede regional.

"Nós estimamos que a Bolívia será incorporada dentro de um termo peremptório. Nós nos reunimos com o pessoal do Ministério das Telecomunicações e cremos que se está gerando uma consciência de que é necessário que o país se junte ao mundo das redes. Também estamos fazendo progressos nas negociações para incorporar o Panamá e Honduras, então esperamos que em pouco tempo a maioria dos países latino-americanos sejam membros da rede regional", explica o Diretor.

No México, um marco. Recebido por Carlos Casasús, diretor da RedCUDI e presidente do Conselho de CLARA, Cadenas celebrou a ratificação, pela Agência de Cooperação Mexicana, do compromisso de financiar a construção de anéis de fibra nas capitais da América Central, o que permitirá a conexão de um número substancial de universidades centro-americanas para a rede e, assim, o aumento significativo de projetos de cooperação entre universidades e centros de pesquisa e universidades centro-americanas.

Outras conversas estabelecidas nos últimos cinco meses incluem a possibilidade de acordos com SCALAC (Serviço de Computação Avançada para América Latina e Caribe) e RICAP (Rede Iberoamericana de Computação de Alto Desempenho) para criar uma melhor disponibilidade de recursos de alto desempenho na região. "Estamos tentando fazer coletivamente os esforços que cada país faz", diz Cadenas.

A importância do Projeto BELLA

Além de relações mais próximas, há outro motivo para as viagens de Cadenas: fortalecer o projeto BELLA. "Este é provavelmente o projeto mais importante que estamos realizando atualmente, devido ao impacto que a disponibilidade de fibras e recursos promoverá na região e a mudança que traz na estrutura dos custos, porque permitirá uma economia de escala e mais sustentabilidade para as redes acadêmicas. Por essa razão, em todas as visitas aos nossos membros, tentamos divulgar os benefícios do projeto e entender como as redes nacionais podem ser aliadas ao longo do processo de desenvolvimento", conta o venezuelano.

A iniciativa busca estabelecer uma rede latino-americana de alta capacidade, escalável e com uma validade de longo prazo, que permite à RedCLARA garantir que as redes acadêmicas da América Latina tenham pleno acesso à capacidade submarina que o Projeto BELLA está adquirindo através do novo cabo submarino que conectará Europa e América Latina. Isso será alcançado atualizando e integrando a infraestrutura de telecomunicações óptica que RedCLARA tem na América do Sul, transformando-a em uma rede óptica através da sinergia gerada entre as redes acadêmicas da região, aumentando a capilaridade e a eficiência dos serviços para as referidas comunidades.

"Não podemos falar apenas de conectividade, é importante que possamos manter o equilíbrio, entendendo que o BELLA é um projeto crítico para o nosso sucesso como região. Nós já estamos avançando nos processos de licitação em busca do que chamamos de trechos terrestres, o projeto BELLA-T. Esperamos que muito disso seja contratado e implementado até o início de 2019 e avançar no processo que corresponde à conexão do cabo submarino, outro componente importante para a aumento da capacidade", afirma o Diretor Executivo.

De acordo com Cadenas, as visitas produzem muitos outros benefícios, mesmo que sejam intangíveis. "O mais importante é que conseguimos estruturar uma visão que conjuga os interesses das redes. Isso se torna muito mais fácil se estivermos perto delas. Embora tenhamos acesso a videoconferências e outras ferramentas de colaboração, nada substitui um encontro pessoal", finaliza.

 

Te convidamos a conhecer

Fotos

RedCLARA en Twitter

RedCLARA RT @Red_REUNA: No te pierdas mañana la transmisión en vivo de Terrence Tao, quien dictará una charla abierta en la Facultad de Matemáticas…
15hreplyretweetfavorite
RedCLARA Y nosotros también tenemos una convocatoria. ¿Eres creativo o estudiante de diseño gráfico? Entonces puedes ser el… https://t.co/p8JTBo6lIf
15hreplyretweetfavorite

Endereço RedCLARA

End.:
Avenida El Parque 4680-A, Oficina 108. Santiago.
CHILE.

Rambla República de México 6125. Montevideo 11400.
URUGUAY
CEP:
8580644
Fone:
(+56) 2 584 86 18
Skype:
oficina-redclara
SIP:
telefonia.redclara.net
e-Mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

markerEncontre-nos no Google Maps